Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Staphylococcus resistente a meticilina

Para que possamos entender a importância da identificação da resistência a meticilina basta saber que antes da sua existência os organismos do gênero Staphylococcus eram sensíveis a vários antibióticos utilizados na rotina. O fato é que a multirresistência não é um problema somente da medicina humana, na medicina veterinária os Staphylococcus pseudointermedius resistentes a meticilina (MRSP) são causadores de enfermidades graves associadas principalmente a falha do tratamento com medicações empíricas. Mas qual o significado disso? No que isso vai interferir no tratamento do meu paciente? A resposta é até bem simples, os pacientes portadores de infecção causada por essa bactéria poderão ter sérios problemas pois o uso de antibióticos ficará limitados a certos tipos de antimicrobianos, isso na melhor das hipóteses. Quando o paciente é imunossuprimido por qualquer motivo o prognóstico torna-se bem desfavorável. O MRSP é resistente aos antibióticos betalactâmicos (cefalosporinas, amoxicil…

Últimas postagens

Fluxograma para diagnóstico da Leishmaniose Visceral canina

Esporotricose Felina

Schwanoma - Tumor de bainha nervosa

Infecção urinária causada por fungos

Dicas de cultivo microbiológico

Utilizando exames laboratoriais de rotina na triagem de distúrbios hormonais

Corpúsculos de Heinz

ANÁLISE DE EFUSÕES

Principais exames laboratoriais

PRIMEIRA IDENTIFICAÇÃO DE LEISHMANIA (LEISHMANIA) INFANTUM CHAGASI EM SECREÇÃO MAMÁRIA CANINA